Bronze para Diogo Marreiros e Marco Lira

DIOGO Bronze 15Km Eliminar

Ao segundo dia, segunda prova, Marreiros repete pódio, agora com a medalha de bronze, correspondente ao 3º lugar na prova 15Km a Eliminar, sétima medalha da história da Patinagem de Velocidade Portuguesa em Seniores / Absolutos. Prova controlada pelas equipas de três elementos, Holanda, França e Itália, a partir do inicio das eliminações. Com 26 patinadores em Pista, as eliminações começaram apenas após as primeiras 30, das 75 voltas e nessa altura os holandeses assumiram as despesas da corrida, sendo que os franceses e os italianos lutaram muito e conseguiram manter os lugares que se seguiam no pelotão, da quarta à nona posições. Portugal, com os seus três elementos David Pedro, Miguel Bravo e Diogo Marreiros , nunca conseguiu andar junto, nem bem colocado, obrigando os seus componentes a grande desgaste para obter boas colocações e para fugir aos sprints.

Diogo Marreiros tentou subir e colocar-se melhor, mas as equi- DIOGO Bronze 15Km Eliminar pas respondiam com os seus elementos trabalhadores, que voltavam a colocar-se nas melhores posições levando consigo os chefes de fila. A partir de uma certa fase, já mais avançada da prova, os franceses atacaram e vieram para a cabeça do pelotão, destabilizando os holandeses e seguidos dos italianos. Diogo tentava fugir às eliminações, uma a cada duas voltas, como podia, mas primeiro Miguel Bravo e depois David Pedro acabaram eliminados, mais tarde o ex-campeão mundial, da prova de P/E em 2017, Patxi Peula e todos os holandeses seguiram o mesmo caminho. Para as últimas sete voltas estavam em prova 7 patinadores, três franceses, três italianos e Diogo Marreiros, sozinho contra as armadas italo-francesas. Diogo fugiu brilhantemente às duas últimas eliminações, onde sairam um francês e um italiano (os trabalhadores das equipas) e ficou, para as últimas três voltas com dois franceses e dois italianos. Aqui a “ratice”, mas também um pouco a falta de “fair-play” imperaram e juntaram-se ao desgaste acumulado do algarvio. Os segundos elementos de cada equipa, aquando do sprint final, lançado pelo francês Giraudeau e pelo italiano Niero, campeão europeu no dia anterior, bloquearam as melhores trajectórias do Diogo, retirando-lhe velocidade, o que o obrigou a mais um grande esforço, para sair de trás deles e retirou-lhe 10/15 metros em relação aos da frente que não permitiram que os alcançasse e disputa-se o título europeu. Venceu o italiano Daniel Niero, obtendo o segundo título em dois dias, com 22,31,158’ (a apenas 29 segundos do recorde mundial), 2º o francês Quentin Giraudeau com 22,31,378’ e em terceiro o português, do Roller Lagos C.P., Diogo Marreiros com 22,32,497’. Resultados: http://oostende2018.eu/sites/default/files/ resultaten/116_SM_15000mELIM_FINAL_RESULTS. pdf

Mais uma subida ao pódio e grande exibição do patinador luso que está num estado de forma impressionante.

Portugal teve ainda outro momento de alegria e regozijo, com o bronze do Youth masculino, Marco Lira, do C.D.R. Prazeres da Madeira, nos 500m. Depois de passar as eliminatórias, quartos e meias finais o patinador madeirense, esteve em grande plano, assegurando, após e com uma boa partida, a terceira posição que defendeu, numa final a quatro, com “unhas e dentes” até ao risco da meta. Destaque ainda para o excelente 5º lugar de Duarte Souza, em Juniores masculinos, agora nos 500m. O patinador do Roller Lagos C.P. repetiu a posição alcançada nos 300m, no dia anterior. Para o terceiro dia de provas estão previstos os 1000m e as estafetas de 3Km, com equipas de três patinadores, onde se aguardam mais competições muito emotivas.

Livestreaming das finais, a partir das 14h portuguesas em: http://live.speedskate.tv

Resultados e informações diversas no site da competição: http:// www.oostende2018.eu/nl/resultaten

Paulo Batista

Roller Lagos C.P.

2018-08-19T12:24:41+00:00Agosto 19th, 2018|Categories: Campeonato Europeu|Tags: , , , |